MoradaRua Ilha do Faial, n.º 60 3º Dtº  2775-800   Carcavelos

Projeto Internacionais

 

 

Projeto EnREDES

Projeto EDP

PT (Portugal Telecom/MEO)


 

Projeto Academias Coorporativas


 

Projeto ALSTOM

O Projeto DRIVES está orientado para a educação e formação para o setor automóvel: O projeto foi aprovado (setembro de 2017) e terá a duração de 4 anos. O consórcio é composto por 24 parceiros de 11 países europeus,, participando entidades de ensino superior e organizações públicas e privadas que se dedicam ao setor automóvel.

Projeto DRIVES

Dada a dispersão geográfica das escolas parceiras da EDP Distribuição com cursos de Técnico/a de Redes Elétricas, a IDESCOM criou o projeto EnRedes, que consiste no desenvolvimento de uma plataforma online para assegurar a permanente articulação entre essas escolas, seus alunos, professores e outras entidades ligadas aos projetos, nomeadamente universidades. Para o desenvolvimento do projeto EnRedes obteve o apoio da Microsoft. A plataforma poderá disponibilizar materiais técnicos e trabalhos de professores e alunos, permitir aulas partilhadas em tempo real para todas as escolas, e outras funcionalidades que asseguram uma efetiva aproximação entre todos intervenientes nos cursos de Técnico/a de Redes Elétricas, nas escolas que têm parceria com a EDP Distribuição.

No ano lectivo de 2014/2015, a EDP Distribuição, por iniciativa e com a assessoria da IDESCOM, estabeleceu uma parceria com a Escola Secundária António Damásio, em Lisboa, para o desenvolvimento do curso vocacional secundário de nível IV, de Técnico/a de Redes Elétricas, um projeto que se manteve até ao ano letivo de 2016/2017, mantendo-se essa colaboração atualmente com a mesma formação como curso profissional.

Com o reconhecimento da necessidade, por parte da empresa, de jovens com esta formação, a EDP Distribuição alargou a outros pontos do país o seu apoio ao desenvolvimento de cursos vocacionais secundários de nível IV de Técnico/a de Redes Elétricas. Em 2015/2016 iniciaram-se cursos na Escola Secundária de São Pedro, em Vila Real e na Escola Secundária Dr. Francisco Fernandes, em Olhão, e em 2016/2017 no Agrupamento de Escolas de Pedrouços, no Porto.

No ano lectivo de 2017/2018 iniciaram-se cursos profissionais de nível IV de Redes Elétricas no Agrupamento de Escolas de Seia, em Seia, na Escola Secundária António Damásio, em Lisboa, e na Escola Secundária de Loulé, em Loulé.

O arranque destes projetos contou com o acompanhamento e/ou colaboração do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL), da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e da Universidade do Algarve (UALG).

No ano letivo de 2013/2014, a IDESCOM promoveu e obteve da Portugal Telecom/MEO, o acordo para o desenvolvimento de um curso vocacional secundário de nível IV, de Técnico/a de Telecomunicações, em parceria com a Escola Secundária António Damásio, do Agrupamento de Escolas dos Olivais.

Para corresponder às especificidades formativas solicitadas pela Portugal Telecom/MEO, a IDESCOM trabalhou com a empresa e com a ANQUEP para a adequação de conteúdos do curso aos requisitos profissionais da empresa.

A participação da Portugal Telecom/MEO neste projeto permitiu a formação de 24 técnicos aptos a responder às necessidades do mercado de trabalho, no sector das Tecnologias de Informação e Comunicação, nomeadamente nas áreas de eletrónica e de telecomunicações.

ACADEMIA PESTANA

Desde 2016/2017 que a IDESCOM está a desenvolver com o Grupo Pestana a criação da Academia Pestana, que tem por objetivo o desenvolvimento de uma marca Pestana de formação profissional, dirigida aos colaboradores internos ao Grupo, mas também aberta aqueles que pretendam adquirir novas competências no ramo da hotelaria e turismo.

Academia ALSTOM/GE

Em 2016/2017, a IDESCOM protocolou com a ALSTOM/GE promover e gerir a criação de uma escola corporativa, destinada à formação interna dos seus colaboradores e à formação externa de adultos interessados em adquirirem novas competências na área da metalurgia. Esta escola ALSTOM/GE deverá assegurar, ainda, em articulação com escolas, a formação de alunos do curso de Técnico/a de Fabrico de Componentes de Construção Metálica.

ALSTOM/GE

De 2013 a 2017, a IDESCOM assessorou a ALSTOM Portugal, hoje ALSTOM/GE, primeiro para a criação e posteriormente para o desenvolvimento de um curso vocacional secundário, de nível IV, de Técnico/a de Fabrico de Componentes de Construção Metálica.

Este curso, não existente em 2013 no Catálogo Nacional de Qualificações (CNQ), foi criado de raiz, com conteúdos técnicos desenvolvidos pela ALSTOM/GE, de acordo com um perfil profissional que corresponde aos desafios futuros do sector da metalomecânica. A IDESCOM assegurou a assessoria pedagógica ao projeto e conduziu a articulação institucional com a ANQEP para a sua aprovação. Este curso foi publicado no Boletim do Trabalho do Emprego  (BTE) nº 4, de 29 de janeiro de 2015, com entrada em vigor na mesma data, e inclusão no CNQ.

O projeto foi desenvolvido em 4 anos letivos, em parceria com a Escola Secundária Sebastião da Gama, em Setúbal, e os mais de 50 alunos que o realizaram, e assim o quiseram, foram de imediato recrutados pela empresa.

Pelas caraterísticas inovadoras de que o processo colaborativo entre a escola e a empresa se revestiu, este projeto suscitou grande interesse por parte do Ministério da Educação, que o referenciou como modelo de ensino vocacional de dupla certificação junto de visitantes estrangeiros, a quem foi dada a oportunidade de, detalhadamente, o conhecerem. No dia 3 de março de 2015 o Ministro da Educação da Turquia, H.E. Mr. Nabi Avci, visitou e tomou conhecimento do desenvolvimento do curso, nas instalações da fábrica da ALSTOM/GE. Posteriormente, a 22 de junho do mesmo ano, realizou-se a visita da ministra alemã da educação e investigação, Prof. Dr. Johanna Wanka, que, numa conferência da Câmara de Comércio Alemã, realizada em Lisboa nessa tarde, publicamente o referiu como uma boa prática de formação dual, numa comparação que estabeleceu entre o que vira na empresa e o denominado “modelo alemão”.

Em 2016/2017, a IDESCOM protocolou com a ALSTOM/GE promover e gerir a criação de uma escola corporativa destinada à formação interna dos seus colaboradores e à formação externa para adultos interessados em adquirirem novas competências na área da metalurgia.

Projeto EnREDES

Projeto

IDESCOMLab

O projeto IDESCOMlab funciona em laboratório para a concretização de processos colaborativos, que tenham como objetivo iniciativas de formação e de inserção de ativos na vida profissional.

O IDESCOMlab encontra-se em pré-lançamento da sua fase experimental, que deverá decorrer entre Setembro de 2018 e Agosto de 2020.

Na fase experimental, o IDESCOMlab, será desenvolvido em dois setores de atividade profissional e em zonas geográficas delimitadas (ambos ainda por determinar) e com ele pretendem-se os seguintes resultados:

- A identificação de necessidades de pessoal qualificado, por setores, nas zonas em estudo.

- A identificação de quais as necessidades específicas de formação, com vista à inserção ou reinserção profissional de jovens e de desempregados, nesses setores e nessas zonas.

- O levantamento das ofertas de formação qualificada para esses setores, na respetiva zona.

- A promoção e o desenvolvimento de projetos colaborativos de formação entre empresas do setor e entidades formadoras da zona.

-  A divulgação e a concretização de estratégias de encaminhamento de jovens e de desempregados para ofertas de qualificação com potencial de inserção, ou reinserção profissional no setor, preferencialmente nas zonas em que decorre o projeto.

- A criação de duas plataformas online, uma para a divulgação de ofertas de emprego e de formações qualificantes específicas, outra para a divulgação de perfis de ativos profissionais.

Após a avaliação da fase experimental, é objetivo candidatar o IDESCOMlab a programas comunitários que promovem a formação, a inovação e a mobilidade de formandos e de trabalhadores no espaço europeu.

MoradaRua Ilha do Faial, n.º 60 3º Dtº  2775-800   Carcavelos

Telefone: +351 966 640 971    +351 039 188 310